Alex Damico_Cerco.JPG

VISITA AO CERCO

O que é?

Uma autêntica experiência caiçara junto com os pescadores de Castelhanos. O cerco, feito totalmente de forma artesanal, é considerado uma das artes de pesca mais importantes. Como o nome indica, o método cerca os peixes com redes colocadas estrategicamente. A técnica, trazida pelos japoneses na década de 20, foi adaptada pelo caiçara na Baía dos Castelhanos e tornou-se característica desta região, possuindo grande valor cultural.

A visita ao cerco acompanha a saída dos pescadores e é feita com barcos a motor e/ou canoas a remo, dependendo da distância em que o cerco é armado no mar. O visitante sai junto com os pescadores a bordo de outra embarcação, conduzida pelo guia local, e poderá vivenciar de perto, observando o reconhecimento dos peixes, tirando fotos e interagindo com os pescadores da Baía dos Castelhanos.

 

Horário de saída  - 14h e 16h

Duração -  40 min a 1h30 min

Local de encontro - em frente do Rancho da Lagoa

 

Agendamento - 

  • Whatsapp

Restrições – mulheres grávidas, com estado de saúde delicado, pessoas com deficiência, mobilidade reduzida e pessoas que não sabem nadar (para roteiros com barco).​

 

Idade mínima indicada  - 8 anos.

Agendamento - A confirmação do passeio deverá ser feita com 2 dias de antecedência. Sujeito a disponibilidade.

O que levar – Protetor solar, repelente, água, chapéu, tênis ou bota para caminhada, camiseta manga longa, mochila pequena,capa de chuva, máquina com capa protetora e bolsa estanque.

Podem ser oferecidos café da manhã e almoço nesse roteiro, sob agendamento.  As refeições não estão incluídas no valor do roteiro. 

Não inclui transporte em 4x4 até Castelhanos.

Condições de cancelamento – caso as condições meteorológicas não permitam o acesso à Praia de Castelhanos, a Política de Cancelamento aplicada.

TABELA DE PREÇOS

Nº de Pessoas
Valor por pessoa
1
R$ 200,00
2
R$ 100,00

Informações importantes - Por acompanhar o trabalho dos pescadores na visita ao cerco, o barco pode balançar bastante, por isso orientamos que não é indicado para pessoas que sofrem de mal estar em embarcações. Em alguns casos poderá ocorrer a captura acidental de tartarugas. Somos contra quaisquer maus-tratos com os animais e fazemos todo o possível para que esse tipo de acidente não ocorra. Segundo dados do Projeto TAMAR a mortalidade de tartarugas no cerco é de 1% a 2%. Seguiremos trabalhando para qu esse número possa ser ainda menor.